A Sui Generis não acredita em deixar as responsabilidades penduradas no cabide. Acreditamos em vestir a camisa, abraçar uma causa-e o planeta-todos os dias.

Flor

Para nós, sustentabilidade é coisa séria.

Flor

A Sui Generis tem um pacto social: contribuímos para uma indústria da moda menos poluidora, mais inclusiva e muito mais consciente, criando assim, um impacto socioambiental positivo.

Mas como?

Adotamos práticas em nosso processo produtivo e de comercialização que geram o menor impacto ambiental possível, como:

• O uso de tecidos com certificações relacionadas ao uso racional da água e energia em sua produção.
• Mínima geração de resíduos de tecido.
• Pouco uso de plástico.
Além do nosso compromisso com o meio ambiente, desenvolvemos também um projeto que atende o aspecto social da sustentabilidade: o nosso trabalho com pessoas autistas – desenhos exclusivos feitos por elas estampam nossas peças!

Apoiamos esses talentosos artistas comprando suas obras e doamos 10% do valor de venda de cada peça para uma associação idônea de apoio ao autismo.

Assim, além da confecção de peças únicas de altíssima qualidade, também abrimos portas para a inclusão social para as pessoas com autismo.

Acreditamos que a neurodiversidade deve ter espaço na indústria da moda e em todas as outras. E é por tudo isso que a Sui Generis é conhecida como um negócio social.